Histórias de Afeto

Editora: Libretos

Autor: Gilberto Schwartsmann

ISBN: 9788588412804

R$32,00 R$26,00
ADICIONAR AO CARRINHO

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 136

Encadernação: Brochura

Ano: 2013

Título: Histórias de Afeto

Editora:Libretos

Autor: Gilberto Schwartsmann

ISBN: 9788588412804

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 136

Encadernação: Brochura

Ano: 2013

Resenha:

Este livro, escrito pelo médico oncologista Gilberto Schwartsmann, réune histórias marcantes de sua trajetória na medicina. As relações humanas descritas, baseadas na confiança e no afeto, trazem com delicadeza os momentos difíceis, a dor dos adeuses, os medos, mas também revelam esperanças, alegrias e segredos. Há até mesmo episódios engraçados, quando as trocas se tornam possíveis. Há uma cumplicidade, que torna único algum evento, e até mesmo a infração, que nos leva às lágrimas. E assim o livro vai contagiando o leitor, que acaba entendendo que o médico vai se construindo, vai se enriquecendo como ser humano, oferecendo o seu talento, o seu conhecimento, em troca de um olhar, de um sorriso, de um abraço, de um esforço na recuperação. Sempre com o mesmo afeto que justificou a escrita e a seleção destas histórias. São 28 contos. Prefácio de Ivette Brandalise.Gilberto Schwartsmann É brasileiro, gaúcho, completa 65 anos em 2020. Médico e professor universitário, é membro titular da Academia Nacional de Medicina e preside a Fundação Bienal de Artes Visuais do Mercosul. Viveu em Londres, Amsterdã e Washington. É casado com Leonor, médica e historiadora, com quem tem dois filhos, Laura e Guilherme. Escreve livros médicos e publicou, além de Frederico e outras histórias de afeto (Libretos, 2013), Meus Olhos (2019) e Acta Diurna (2020), ambos pela Editora Sulina."São histórias não datadas em que o autor se expõe sem máscaras e sem pudores, revelando a dor dos adeuses, dos medos, revelando também esperanças, alegrias e até provocando risos. Porque há episódios engraçados quando as trocas se tornam possíveis. Há a cumplicidade, que torna único algum evento. Há até a infração, que leva às lágrimas. Há a conivência, que termina contagiando o leitor." Ivette Brandalise, jornalista.

Autoajuda

Direito Civil -> Direito de Família

Livros em Promoção -> Promoção