Instituições Trabalhistas na América Latina

Editora: Revan

Autor: Graciela Bensusán (Org.)

ISBN: 8571063478

R$65,00
ADICIONAR AO CARRINHO

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 428

Encadernação: Brochura

Ano: 2006

Título: Instituições Trabalhistas na América Latina

Editora:Revan

Autor: Graciela Bensusán (Org.)

ISBN: 8571063478

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 428

Encadernação: Brochura

Ano: 2006

Argentina, Brasil, Chile e México: países que cedo iniciaram suas histórias de proteção ao trabalhador e hoje se encontram diante de altos índices de desemprego, depois de pelo menos vinte anos de flexibilização das normas trabalhistas, uma postura adotada em consonância com a política neoliberal. Sabe-se, hoje, que o problema não está no excesso de normas, mas na ineficácia das instituições que as cumprem e fiscalizam o que resulta em mercados de trabalho instáveis, ampliação da informalidade, terceirização excessiva, impostos que não se revertem em benefícios etc. Enfim, nossa realidade.

Quatro países exemplares da situação do trabalho na América Latina, que por isso compõem este livro, um mosaico de análises do passado e do presente das instituições trabalhistas na região, trajetórias que interessam menos pelos pontos comuns e mais pelas particularidades que, ampliadas ao longo da história, resultaram em desempenhos eficientes. Desempenhos que devem nortear o futuro. Pois é disso que trata este livro: de comparar histórias para delas extrair nortes.

Não por acaso histórias latino-americanas, pois esse é mais um dos objetivos deste livro: apresentar experiências de países que nos cercam e sobre os quais pouco sabemos. Devemos nos espelhar menos na Europa e nos Estados Unidos e mais em países cujas histórias - no caso, trabalhistas - aproximam-se da nossa, inclusive no que se refere à submissão à política econômica internacional. Apresentar melhor países de que esquecemos, buscando caminhos para uma parte da população - a maior - cujos direitos foram esquecidos.

SOBRE OS AUTORES:

Adalberto Cardoso - Doutor em sociologia pela Universidade de São Paulo, é professor e pesquisador do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro - IUPERJ.

Cecília Senén - Doutora em estudos sociais pela Universidade Autônoma Metropolitana - Iztapalapa, México, é investigadora do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas - Conicet (Argentina) e professora da Faculdade de Ciências Sociais, cátedra de Relações de Trabalho, da Universidade de Buenos Aires e da Universidade Nacional de Matanza.

Graciela Bensusán (ORG.) - Professora e pesquisadora na Universidade Autônoma Metropolitana - UAM/X, membro do Sistema Nacional de Investigadores e especialista no estudo da instituições, organizações e políticas trabalhistas numa perspectiva comparada.

Héctor Palomino - sociólogo da Universidade de Buenos Aires - UBA, é professor de Relações de Trabalho na mesma instituição, investigador da Escola de Pós-Graduação da Universidade Nacional de San Martín e diretor de Estudos de Relações de Trabalho do Ministério do Trabalho, Emprego e Previdência Social.

Jürgen Weller - mestre em ciência política e doutor em economia pela Universidade Livre de Berlim, Alemanha, é chefe de assuntos econômicos da Divisão de Desenvolvimento Econômico da Cepal.

Rodrigo Figueroa - mestre em economia do trabalho e relações trabalhistas, é professor do Departamento de Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade do Chile.

Telma Lage - graduada em letras e direito e mestre em direito constitucional pela PUC-Rio, estuda e leciona direito do trabalho. Doutoranda do Iuperj, investiga a tutela das relações de trabalho e relações de consumo nas democracias liberais.

Direito do Trabalho

Livros em Promoção -> Promoção