Ensino Jurídico - A Descoberta de Novos Saberes para a Democratização do Direito e da Sociedade

Editora: Sergio Antonio Fabris Editor

Autor: Fábio Costa Morais de Sá e Silva

ISBN: 9788575254332

R$83,00
ADICIONAR AO CARRINHO

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 288

Encadernação: Capa Dura

Ano: 2007

Título: Ensino Jurídico - A Descoberta de Novos Saberes para a Democratização do Direito e da Sociedade

Editora:Sergio Antonio Fabris Editor

Autor: Fábio Costa Morais de Sá e Silva

ISBN: 9788575254332

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 288

Encadernação: Capa Dura

Ano: 2007

Autor Fábio Costa Morais de Sá e Silva - Mestre em Direito pela UnB, Advogado Graduado pela USP, Consultor em Políticas Públicas de Justiça e Direitos Humanos.

SUMÁRIO:
Nota prévia a esta edição
Prefácio
Introdução
Para uma Metodologia do Ensino do Direito
1.1. De uma epistemologia do estranhamento à reforma do
ensino jurídico: uma interpelação pedagógica para a
renovação do saber jurídico e suas formas de produção
1.1.1. Ensino Jurídico e Contextualidade
1.1.2. Ensino Jurídico, Subjetividade e Imaginação
1.1.3. Ensino Jurídico e Justiça Cognitiva
1.2. Ensinar Direito significa confrontar a crise da
modernidade, as demandas por novas formas de
sociabilidade e o embate entre diferentes projetos civilizatórios
1.3. Ensinar Direito significa estabhelecer condições para o
conhecimento teórico e prático de um "Direito Achado na Rua"
2. Crime e Sociedade no Conhecimento e no Ensino do Direito.
Demandas de Contemporaneidade Acerca da Atualização do
Saber Jurídico-Penal
2.1. Introdução
2.2. Uma breve análise do sistema jurídico-penal. A ascensão
e a decadência de um jeito de lidar com o "delito"
2.3. Além dos delitos e das penas. Construindo figuras de
um futuro menos penal para a gestão dos problemas
2.4. Do des-pensar do Direito Criminal para um re-pensar
do Ensino Jurídico. Para um novo senso comum jurídico-penal
3. Para uma Cartografia de Iniciativas de Fronteira no Ensino Jurídico-Penal
3.1. Introdução
3.2. De volta à "reforma do ensino jurídico". Um mapa
das oportunidades para a mudança do ensino jurídico no
âmbito das "novas diretrizes curriculares"
3.3. A pesquisa e seu "espírito científico". De uma "cartografia
de fronteiras" a um "estudo de caso"
3.3.1. A consulta à plataforma Lattes do CNPq
3.3.2. A aplicação de um questionário, voltado a identificar
os parâmetros sobre os quais operam as estratégias
cognitivas adotadas nesse campo, pelo(s) Grupo(s) identificados
3.3.3. O estudo de caso
3.3.3.1. Entrevistas com líderes e análise de documentos
3.3.3.2. Entrevistas com estudantes, profissionais e outros docentes
3.3.3.3. Observação direta
3.3.3.4. A análise e a interpretação dos dados
3.4. Relatório do Estudo de Caso
3.4.1. O GITEP/UCPel: histórico e configuração
3.4.2. O GITEP/UCPel como prática pedagógica: elementos estruturais
3.4.2.1. Novas institucionalidades universitárias
3.4.2.2. Novas institucionalidades pluriversitárias
3.4.2.3. Novas categorias epistemológicas
3.4.2.4; Novas percepções sobre o significado de formar
3.4.2.5. Auto-avaliação
3.4.3. O GITEP/UCPel como prática pedagógica: perfil, competências e habilidades do formando
3.4.3.1 Conhecer a realidade social
3.4.3.2 Trabalhar com o outro
3.4.3.3 Reconceber o jurídico
3.4.3.4 Inter-relacionar conhecimentos
3.4.3.5 Sentir-se sujeito
3.4.3.6 Tomar-se acadêmico
3.4.3.7 Reencontrar consigo mesmo
3.4.3.8 Descobrir novas vocações
3.4.3.9 Resignificar o próprio agir (recolocar-se perante o mundo)
3.4.3.10 Contrapor um modelo tradicional
3.4.3.11 Contrapor modelos apenas formalmente avançados
3.4.3.12 Diferenciar-se dos demais
3.4.3.13 Sentir a possibilidade de produzir novas rupturas/Tornar-se um agente da reforma
3.4.3.14 Conquistar habilidades reflexivamente
3.4.4 Lições Aprendidas: limites à inovação pedagógica nos cursos jurídicos
3.4.4.1 Limites organizacionais
3.4.4.2 Limites culturais
3.5 Conclusão parcial e advertências
4 Considerações Finais
Referências Bibliográficas
Anexo I - Portaria MEC n. 1.886, de 30 de dezembro de 1994
Anexo II - Resolução CNE/CES n." 9, de 29 de setembro de 2004
Anexo III - Evolução Recente da Regulamentação Curricular em direito no Brasil (Quadro Comparativo)

Direito Constitucional

Introdução ao Direito -> Metodologia