Verdade e Direito em Georges Kalinowski

Editora: Sergio Antonio Fabris Editor

Autor: Guilherme Boff

ISBN: 9788575256176

R$98,00
ADICIONAR AO CARRINHO

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 239

Encadernação: Capa Dura

Ano: 2013

Título: Verdade e Direito em Georges Kalinowski

Editora:Sergio Antonio Fabris Editor

Autor: Guilherme Boff

ISBN: 9788575256176

Disponibilidade: Pronta Entrega

Nº de Páginas: 239

Encadernação: Capa Dura

Ano: 2013

Subtítulo: A Justificação do Fundamento Semântico do Direito
Sumário:
Introdução
Capítulo I - Verdade prática e juízos estimativos
1 Cognitivismo e não-cognitivismo moral
1.1 O não-cognitivismo moral: o emocionalismo de David Hume
1.2 A solução intermediária: a ética fenomenológica de Scheler
1.3 O Cognitivismo Moral: A ética de bens de Aristóteles e Tomás de Aquino
2 A verdade dos juízos práticos
2.1 Verdade teórica e verdade prática
2.1.1 Conhecimento prático
a) Ser e valor
b) Noética não-empirista
c) As hexeis do conhecimento prático
d) Juízos práticos
2.1.2 Proposição estimativa
2.2 Gnosiologia e ontologia do juízo estimativo
2.2.1 As faculdades do homem
2.2.2 A razão prática
a) Influência das tendências na constituição da premissa menor
b) Influência das tendências nosjuízos prudencialmente evidentes
c) Influência das tendências na constituição da premissa maior
d) Aforma do silogismo prático
2.2.3 A conformidade da razão com o apetite reto
2.2.4 A conformidade do apetite reto com a razão
a) A definição parcial da verdade prática
b) A definição geral da verdade prática
2.2.5 A natureza do homem
a) A lei eterna como realidade ôntico-deôniica
b) 'Ser' e 'Bem' como conceitos transcendentalmente analógicos
c) Natureza e estimações primeiras evidentes
d) Natureza e objetividade moral.
3 A verificação dos juízos estimativos
3.1 A evidência analítica dos juízos estimativos primeiros e gerais
a) Linguagem: nível ontológico e nível no ético
b) Indução dos juízos analiticamente evidentes
c) Evidência como critério justificativo último
3.2 A inferência dos juízos estimativos segundos (gerais e singulares)
3.3 Os juízos prudencialmente evidentes
4 A ligação entre o conhecimento teórico e o conhecimento prático
Capítulo II - A verdade nos juízos normativos
1 Juízos estimativos como fundamento dos juízos normativos
a) Aplicação do direito: bem, norma e prudência
1.1 Conhecimento normativo
1.2 Proposição normativa
2 A verdade das normas
2.1 A divisão das normas morais
2.2 A verdade das normas naturais (lei natural)
2.3 A verdade das normas positivas (lei humana)
2.4 As regras de consciência
2.5 Diferenças entre verdade (jusnaturalismo clássico) e validade (juspositivismo)
3 A verificação das normas jurídicas
3.1 Sistema de regras do agir
3.2 As normas morais e jurídicas primeiras
3.3 As normas morais e jurídicas segundas
4 A semântica das normas jurídicas
4.1 Designação
4.2 Significação
Conclusão
Referências

Guilherme Boff é Mestre em Filosofia do Direito pela UFRGS e Doutorando em Filosofia do Direito pela UFRGS.

Direito Constitucional

Introdução ao Direito -> Filosofia do Direito

Introdução ao Direito -> Teoria Geral do Direito